CHOQUES DE TERRITORIALIDADES: CONFLITOS E ALIANÇAS NO CENTRO HISTÓRICO DE PORTO ALEGRE (RS)

Theo Soares de Lima, Álvaro Luiz Heidrich

Resumo


O presente artigo traz uma discussão acerca do conceito de territorialidades e possíveis reflexões no âmbito da cidade. Para isso estão estruturados três momentos ao longo do trabalho. No de abertura foca-se no conceito de território, suas diferentes definições e, portanto, distintas implicações de análise. No segundo momento, é apresentada pesquisa realizada no Centro Histórico de Porto Alegre (RS), que tratou de investigações psicogeográficas no bairro, noção de referência do movimento Internacional Situacionista. Sua importância neste texto é garantir sustento empírico para o, por vezes demasiadamente abstrato, debate epistemológico. Realizar tais imbricações é o objetivo do terceiro momento. Ainda, um tópico de retomada encaminha o fechamento do artigo, sem pretender, por isso, findar a discussão.


Texto completo:

PDF

Referências


ARENDT, H. Sobre a violência. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2016.

BADIE, B. O fim dos territórios: ensaio sobre a desordem internacional e sobre a utilidade social do respeito. Lisboa: Instituto Piaget, 1996 [1995].

BECKER, B. K. A Geopolítica na Virada do Milênio: Logística e Desenvolvimento Sustentável. In: CASTRO, I. E.; GOMES, P. C. C.; CORRÊA, R. L (orgs.). Geografia: conceitos e temas. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2000, p. 271-308.

BECKER, B. K. El uso politico del territorio. Consideraciones a partir de una vision del tercer mundo. Revista geográfica de América Central, nº 17-18, 1983.

BONNEMAISON, J. “Viagem em torno do território”. In: CORRÊA, R. L.; ROSENDAHL, Z. (Orgs.). Geografia Cultural: um século (3), Rio de Janeiro: EdUERJ, 2002, p. 83-131.

CESAR, V. Urbanismo 1:1. In. KUNSCH, G. (Org.). Urbânia 3. São Paulo: Editora Pressa, 2008, p. 112-114.

COELHO, P. (org.). Élisée Reclus e a geografia das liberdades. São Paulo: Editora Imaginário e Expressão e Arte Editora, 2001.

CORRÊA, R. L.. Espaço: um conceito-chave da Geografia. In: CASTRO, I. E.; GOMES, P. C. C.; CORRÊA, R. L (orgs.). Geografia: conceitos e temas. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2000, p. 15-48.

DE CERTEAU, M. A invenção do cotidiano: 1. Artes de fazer. Petrópolis: Editora Vozes, 1990.

DI MÉO, G; BULÉON, P. L’espace social. Lecture géographique des sociétés. Paris: Armand Colin, 2005.

FOUCAULT, M. A ordem do discurso: aula inalgural no Collége de France, pronunciada em 2 de dezembro de 1970. São Paulo: Edições Loyola, 2012.

FOUCAULT, M. Vigiar e punir: nascimento da prisão. Petrópolis: Editora Vozes, 1977.

GOMES, P. C. C.. A condição urbana: ensaios de geopolítica da cidade. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2012.

HAESBAERT, R. O mito da desterritorialização: do ‘fim dos territórios” à multiterritorialidade. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2016.

HAESBAERT, R; BRUCE, G. Desterritorialização na obra de Deleuze e Guattari. Revista GEOgraphia, Niterói, UFF, v.4, n.7, 2002.

HEIDRICH, A L. Compartilhamento e microterritorialidades do espaço social metropolitano. Cidades, vº 10, nº 17, 2010.

KHATIB, A. Esboço de descrição psicogeográfica do Les Halles de Paris. In: JACQUES, P. B. (org.). Apologia da Deriva: escritos situacionistas sobre a cidade. Rio de Janeiro: Casa da Palavra, 2003, p. 79-84 [Publicado originalmente em Internationale Situationniste, nº 2, 1958]

LACOSTE, Y. A geografia – Isso serve, em primeiro lugar, para fazer a guerra. Campinas, SP: Papirus, 2008.

LIMA, T. S. Caminhos urbanos à deriva. Trabalho de Conclusão de Curso. Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Geociências. Porto Alegre, 2011. Disponível em: http://hdl.handle.net/10183/55551.

LIMA, T. S. Deambular pela cidade como uma experiência humanista. Revista TERRITÓRIO AUTÔNOMO [recurso eletrônico] / ReKro – n. 2, 2013, p. 27-40. Disponível em http://www.rekro.net/revista-territorio-autonomo/.

LIMA, T. S. Dos recortes do espaço à instrumentalização da geografia. In. HEIDRICH, A. L.; PIRES, C. Z. (orgs.). Abordagens e práticas da pesquisa qualitativa em geografia e saberes sobre espaço e cultura. Porto Alegre: Editora Letra 1 IGEO/UFRGS, 2016a, p. 229-248. Disponível em: http://hdl.handle.net/10183/149928.

LIMA, T. S. Ensaio sobre a vida cotidiana. Passos e tropeços de uma pesquisa psicogeográfica. Dissertação de Mestrado. Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Programa de Pós-Graduação em Geografia. Porto Alegre, 2015. Disponível em http://hdl.handle.net/10183/128940.

LIMA, T. S. Sobre derivas, coremas e paisagens. Boletim Gaúcho de Geografia, v. 43, nº 2, 2016b, p. 208-231. Disponível em https://seer.ufrgs.br/bgg/article/view/59062/40350.

JACQUES, P. B. (org.). Apologia da Deriva: escritos situacionistas sobre a cidade. Rio de Janeiro: Casa da Palavra, 2003.

JACQUES, P. B. Errâncias Urbanas: a arte de andar pela cidade. Revista ARQTEXTO 7. Porto Alegre: UFRGS/PROPAR, 2005, p. 16-25.

JACQUES, P. B. Zonas de tensão: em busca de micro-resistências urbanas. In: CORPOCIDADE: debates, ações e articulações. Salvador: EDUFBA, 2010, p. 106-119.

PORTO-GONÇALVES, C. W. Da Geografia às Geo-Grafias - Um mundo em busca de novas territorialidades. In: SADER, E. E CECEÑA, A. E. (orgs.) La guerra infinita: hegemonía y terror mundial. Buenos Aires: CLACSO, 2002.

PORTO-GONÇALVES, C. W. Nos Varadouros do Mundo: da territorialidade seringalista à territorialidade seringueira. Tese (Doutorado em Geografia) – Programa de Pós-Graduação em Geografia, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 1998.

RAFFESTIN, Claude. Por uma geografia do poder. São Paulo: Editora Khedyr, 2011.

RANGEL, N. F. A. O esvaziamento do conceito de gentrificação como estratégia política. Cadernos NAUI, v.4, n.7, jul-dez, 2015.

RATZEL, F. As leis do crescimento espacial dos estados. In. MORAES, A. C. R. (Org.). Ratzel. Geografia. São Paulo: Ática, 1990.

RECLUS, E. A complexidade da produção do espaço geográfico. In. ANDRADE, M. C. A. (Org.). Éliseé Reclus. São Paulo: Ed. Ática, 1985, p. 56-60.

RECLUS, E O homem é a natureza adquirindo a consciência de si própria. In. ANDRADE, M. C. A. (Org.). Éliseé Reclus. São Paulo: Ed. Ática, 1985, p. 38-40.

SACK, R. Human territoriality. Theory and History. Cambridge: Cambridge University Press, 1986.

SANTOS, M. et al. O papel ativo da geografia– um manifesto. Revista Território, Rio de Janeiro, ano V, nº 9, p. 103-109, jul./dez. 2000.

SANTOS, M. O retorno do território. OSAL: Observatorio Social de América Latina. Año 6 no. 16. Buenos Aires: CLACSO, 2005. Disponível em http://bibliotecavirtual.clacso.org.ar/ar/libros/osal/osal16/D16Santos.pdf. Acesso em jul. e ago. 2016.

SMITH, N. Gentrificação, a fronteira e a reestruturação do espaço urbano. Revista GEOUSP - Espaço e Tempo, São Paulo, n. 21, 2007, pp. 15-31. Disponível em http://citrus.uspnet.usp.br/geousp/ojs-2.2.4/index.php/geousp/article/view/268/140. Acesso entre dez. 2015 e fev. 2016.

SOUZA, M. L. A prisão e a ágora: reflexões em torno da democratização do planejamento e da gestão das cidades. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2006.

SOUZA, M. L. Os conceitos fundamentais da pesquisa sócio-espacial. Rio de Janeiro: Bertrand-Brasil, 2013.

SOUZA, M. L. Fobópole: o medo generalizado e a militarização da questão urbana Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2008.

SOUZA, M. L. Mudar a cidade: uma introdução crítica ao planejamento e à gestão urbanos. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2015 [2002].

SOUZA, M. L. O território: sobre espaço e poder, autonomia e desenvolvimento. In: CASTRO, I. E.; GOMES, P. C. C.; CORRÊA, R. L (orgs.). Geografia: conceitos e temas. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2008 [1995], p. 77-116.

SOUZA, M. L. “Território” da divergência (e da confusão): em torno das imprecisas fronteiras de um conceito fundamental. In. SAQUET, M; SPOSITO, E. (orgs.). Território e territorialidades: teorias, processos e conflitos. São Paulo: Editora Expressão Popular, 2001.

SOUZA, M. L. Território do outro, problemática do mesmo? O princípio da autonomia e a superação da dicotomia universalismo ético versus relativismo cultural”. In: ROSENDAHL, Z; CORRÊA, R. L. (Orgs.). Religião, identidade e território. Rio de Janeiro: EdUERJ, 2001, p. 145-176.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Theo Soares de Lima, Álvaro Luiz Heidrich

| Boletim Geográfico do Rio Grande do Sul | Secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão - RS | ISSN 2446-7251 |