A IMPLANTAÇÃO DA INFRAESTRUTURA ESTADUAL DE DADOS ESPACIAIS DO RIO GRANDE DO SUL: CONSIDERAÇÕES INICIAIS

Fernando Dreissig de Moraes, Laurie Fofonka Cunha, Maria do Socorro Ramos Barbosa

Resumo


O objetivo deste artigo é apresentar e analisar o contexto inicial da implantação da Infraestrutura de Dados Espaciais do Estado do Rio Grande do Sul (IEDE-RS). A obtenção das informações ocorreu através de pesquisa em referencial bibliográfico, consulta a páginas na Internet de diversos geoportais e infraestruturas de dados espaciais (IDEs), além de pesquisa documental realizada na Secretaria de Planejamento, Governança e Gestão do Rio Grande do Sul. Para atingir esse objetivo, realizamos inicialmente uma contextualização acerca de algumas noções e conceitos importantes para melhor compreender as IDEs e seus elementos. Em seguida, são apresentados alguns estudos de caso com exemplos em escala supranacional, nacional e estadual. Por fim, expomos algumas considerações iniciais sobre o processo de formação da IEDE-RS. A IEDE-RS deverá se tornar uma importante ferramenta para os processos de planejamento e gestão governamental, bem como um elemento de melhoria na gestão dos dados geoespaciais.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Fernando Dreissig de Moraes, Laurie Fofonka Cunha, Maria do Socorro Ramos Barbosa

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

| Boletim Geográfico do Rio Grande do Sul | ISSN 2446-7251 |