PARÂMETROS DE QUALIDADE DA ÁGUA DO ARROIO DILÚVIO, PORTO ALEGRE/RS

Marlise Amália Reinehr Dal Forno, Velco Vinicius Lopes de Matos

Resumo


Este trabalho pretende apresentar um levantamento histórico das condições de qualidade da água do arroio Dilúvio, da cidade de Porto Alegre/RS, valendo-se para tanto, da publicação de trabalhos especializados e de consultas a órgãos competentes, sobre os parâmetros de qualidade da água – como oxigênio dissolvido, demandas bioquímica e química de oxigênio e turbidez - desse recurso hídrico entre os anos de 1995 e 2011. O principal objetivo é divulgar os resultados desta qualidade, ou a ausência da mesma, em sua evolução temporal, a fim de estimular propostas de gestão e planejamento das questões associadas ao saneamento básico. No entendimento dos autores desta pesquisa não há qualidade de vida sem acesso à água de qualidade. Os resultados revelam, devido às elevadas quantidades de poluentes encontrados, como compostos nitrogenados, fosfatos, sólidos dissolvidos, coliformes termotolerantes, dentre outros, que o arroio Dilúvio vem apresentando um nível de qualidade da água muito aquém do ideal.


Texto completo:

PDF

Referências


BENDATI, Maria Mercedes et al. Avaliação da qualidade da água do lago Guaíba (Rio Grande do Sul, Brasil) como suporte para a gestão da bacia hidrográfica. In: CONGRESSO INTERAMERICANO DE ENGENHARIA SANITÁRIA E AMBIENTAL, 27., 2000, Porto Alegre. Anais... Porto Alegre: Abes, 2000. Não paginado. Disponível em: < http://www.bvsde.paho.org/bvsaidis/caliagua/v-076.pdf >. Acesso em: 20 set. 2014.

BRASIL. Conselho Nacional do Meio Ambiente. Resolução n° 357, de 17 de março de 2005. Dispõe sobre a classificação dos corpos de água e diretrizes ambientais para o seu enquadramento, bem como estabelece as condições e padrões de lançamento de efluentes, e dá outras providências. In: BRASIL. Ministério do Meio Ambiente. Conselho Nacional do Meio Ambiente. Resoluções do CONAMA: Resoluções vigentes publicadas entre setembro de 1984 e janeiro de 2012. Edição especial. Brasília, 2012. p. 374-400. Disponível em: < http://www.mma.gov.br/port/conama/processos/61AA3835/LivroConama.pdf >. Acesso em: 19 set. 2014.

___. Agência Nacional das Águas. Ministério do Meio Ambiente. Indicadores de qualidade: índice de qualidade das águas (IQA). 2014. Não paginado. Disponível em: < http://pnqa.ana.gov.br/indicadores-indice-aguas.aspx >. Acesso em: 18 set. 2014.

GUERRA, Teresinha (Org.). Relatório de estágio em educação ambiental: estudos de arroios urbanos de Porto Alegre como base para educação ambiental. Porto Alegre: Instituto de Pesquisas Hidráulicas, UFRGS, 2012.

MENEGAT, Rualdo; KIRCHHEIM, Roberto Eduardo. Lagos, rios e arroios: as doces águas da superfície. In: MENEGAT, Rualdo et al. (Org.). Atlas ambiental de Porto Alegre. 3. ed. Porto Alegre: Editora da Ufrgs, 2006. p. 35-42.

MORANDI, Iara Conceição; FARIA, Carla Marques. A difícil recuperação de arroios em áreas urbanas: Arroio Dilúvio - Porto Alegre/RS. Ecos: Pesquisa, Porto Alegre, v. 3, n. 6, p.7-22, maio 2002.

OLIVEIRA, Othon Fialho de. Modelo para negociar as alternativas de gestão de bacias: o caso do programa Pró-Dilúvio em Porto Alegre. 2006. Dissertação (Mestrado) - Curso de Engenharia de Recursos Hídricos e Saneamento Ambiental, Instituto de Pesquisas Hidráulicas, UFRGS, Porto Alegre, 2006.

PEREIRA, Régis da Silva. Identificação e caracterização das fontes de poluição em sistemas hídricos. Revista Eletrônica de Recursos Hídricos, Porto Alegre, Instituto de Pesquisas Hidráulicas, UFRGS, Porto Alegre, v. 1, n. 1, p. 20-36, jul./dez. 2004. Disponível em: < http://www.abrh.org.br/informacoes/rerh.pdf >. Acesso em: 08 set. 2014.

PORTO, Maria Luiza; OLIVEIRA, Paulo Luiz (Org.). Avaliação preliminar das condições ambientais da bacia do Arroio Dilúvio, em Porto Alegre/RS, com ênfase na qualidade da água. Porto Alegre: Instituto de Biociências, UFRGS, 1995.

PORTO ALEGRE. Departamento Municipal de Águas e Esgotos. Prefeitura Municipal. A melhoria da qualidade da água do arroio Dilúvio (sub-bacia D-11, Porto Alegre / RS) e sua relação com as ligações de esgoto no sistema separador absoluto do DMAE. 2009. Disponível em: < http://lproweb.procempa.com.br/pmpa/prefpoa/dmae/usu_doc/laudo_diluvio_d11_n_14_ 2009_dvp.pdf >. Acesso em: 14 out. 2014.

___. Departamento de Esgotos Pluviais. Prefeitura Municipal. O Arroio Dilúvio. 2014. Não paginado. Disponível em: < http://www2.portoalegre.rs.gov.br/dep/default.php?p_secao=71 >. Acesso em: 27 out. 2014.

RIO GRANDE DO SUL. Fundação Estadual de Proteção Ambiental Henrique Luiz Roessler. Secretaria Estadual do Meio Ambiente. Qualidade ambiental: região hidrográfica do Guaíba. [2014?]. Não paginado. Disponível em: < http://www.fepam.rs.gov.br/qualidade/iqagua.asp >. Acesso em: 10 set. 2014.

SILVEIRA, Jacira Cabral da. Turvo destino das águas. Jornal da Universidade, Porto Alegre, n. 167, jan./fev. 2014. Caderno JU, nº 16, p. 1-3.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL (UFRGS) (Org.). Programa de revitalização da bacia do Arroio Dilúvio: Plano de ação. Porto Alegre: [s.n.], 2012.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Boletim Geográfico do Rio Grande do Sul

| Boletim Geográfico do Rio Grande do Sul | Secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão - RS | ISSN 2446-7251 |