OLHARES DE ONTEM E DE HOJE SOBRE A PAISAGEM DA MICRORREGIÃO CAMPANHA OCIDENTAL/ RIO GRANDE DO SUL/BRASIL

Rosa Maria Vieira Medeiros, Michele Lindner

Resumo


Este artigo tem como objetivo mostrar as mudanças ocorridas na paisagem da Microrregião Campanha Ocidental do Rio Grande do Sul/Brasil a partir das novas alternativas de produção implantadas pelos agricultores assentados, reterritorializados nessa região. Esta paisagem foi analisada a partir de fotografias dos anos 1960 registradas por Raymond Pebayle e comparadas com as dos anos de 2010 a 2014 registradas pelo Núcleo de Estudos Agrários-NEAG. Os agricultores assentados constituíram seu território na paisagem tradicional dos campos de pecuária extensiva da Campanha Gaúcha. No entanto, sua tradição camponesa, voltada para a produção de alimentos, provocou mudanças nessa imagem tradicional com a introdução de novas alternativas de produção nos assentamentos onde foram instalados. O território dos assentamentos foi demarcado e marcado pela nova paisagem, pela nova identidade construída.  


Texto completo:

PDF

Referências


BERQUE Augustin (et al). Cinq propositions pour une théorie du paysage. Champ Vallon, Seyssel,1994.

CHELOTTI, Marcelo Cervo; PESSOA, Vera Lucia Salazar. (Assentamentos rurais e as transformações territoriais no Pampa Gaúcho/RS/BR. In: 6ª Bienal Coloquio de Transformaciones Territoriales, 2006, Santa Fé/AR. 6ª Bienal. Santa Fé/AR: UNL, 2006. Disponível em: < http://www.lagea.ig.ufu.br/biblioteca/artigos/santafe2006.pdf >. Acesso em: ago. 2007.

CHOMENKO, Luiza. Implantação de monoculturas: O desenvolvimento na metade sul do Rio Grande do Sul, Brasil. Ecoagencia, 2006.

CLAVAL, Paul. A Geografia Cultural. Florianópolis. Ed. da UFSC, 1999.

COELHO, Leticia Castilhos. A paisagem na Fotografia, os rastros da memória nas imagens. In: gpit: Grupo de Pesquisa Identidade e Território. 2009. Disponível em: . Acesso em: mar. 2014.

GAMACHE, Nicolas; DOMON, Gérald; JEAN Yves. Pour une compréhension des espaces ruraux : représentations du paysage de territoires français et québécois. In: Cahiers d’économie et sociologie rurales, n° 73, 2004 p71-102. Disponivel em : . Acesso em : maio 2014.

HAESBAERT, Rogério. Des-territorialização e Identidade. Niterói: Editoria da UFF, 1997.

________. O mito da desterritorialização: do “fim dos territórios” à multiterritorialidade. Rio

de Janeiro: Bertrand Brasil, 2004.

HEIDRICH, Álvaro Luiz. Além do latifúndio: geografia do interesse econômico gaúcho. Porto Alegre: Ed. da Universidade/UFRGS, 2000.

INCRA - INSTITUTO NACIONAL DE COLONIZAÇÃO E REFORMA AGRÁRIA. Projetos de Reforma Agrária Conforme Fases de Implementação. 2014. Disponível em: . Acesso em: Nov 2014.

LINDNER, Michele; MEDEIROS, Rosa Maria Vieira. A luta pela terra e a recriação dos espaços de vida de assentados na Campanha Gaúcha. In: Confins [Online], 19 | 2013. Disponível em: . Acesso em: nov. 2015.

MEDEIROS, Rosa Maria Vieira; SOSA JUNIOR, Denir de Oliveira. El proceso de territorialización de los productores asentados en la campanha gaúcha. In: Yanga Villagomez. (Org.). CEISAL. Bruxelas: 2009, v. 1.

MEDEIROS, Rosa Maria Vieira. Território, espaço de identidade. In: SAQUET, Marcos Aurélio; SPOSITO, Eliseu Savério. (Org.). Territórios e Territorialidades – teorias, processos e conflitos. São Paulo: Expressão Popular, 2009, v. 1, p. 217-227.

NETO, Helena Brum; BEZZI, Meri Lurdes. Região, identidade cultural e regionalismo: a Campanha Gaúcha frente às novas dinâmicas espaciais e seus reflexos na relação campo-cidade. In: Revista Temas & Matizes. nº 16 – segundo semestre de 2009. p. 65-96. Disponível em: . Acesso em: nov. 2015.

PÉBAYLE, Raymond. Os difíceis encontros de duas sociedades rurais. Boletim Geográfico do RS, Porto Alegre, n.18, p.35-45, jan.dez. 1975.

SAINT-HILAIRE, Auguste de. Viagem ao Rio Grande do Sul (1820 – 1821). São Paulo: Belo Horizonte: Edusp/Itatiaia, 1974.

SANTOS, Milton. A natureza do espaço: Técnica e Tempo; Razão e Emoção. São Paulo: Hucitec, 1996.

SILVA, Armando Corrêa da. Geografia e Lugar Social. São Paulo, Ed. Contexto, 1991.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Boletim Geográfico do Rio Grande do Sul

| Boletim Geográfico do Rio Grande do Sul | Secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão - RS | ISSN 2446-7251 |