AS TENSÕES ENTRE ESTRATÉGIAS E TÁTICAS NA PRODUÇÃO DO BAIRRO POPULAR. REFLEXÕES SOBRE O BAIRRO GUAJUVIRAS-CANOAS (RS)

Nola Patrícia Gamalho, Álvaro Luiz Heidrich

Resumo


Discute-se no artigo a produção do espaço a partir das permanências, rupturas materialidades e sentidos do processo urbano em um bairro popular do município de Canoas, na Região Metropolitana de Porto Alegre, no sul do Brasil. Para tanto, analisa-se a elaboração de representações sobre os assentamentos populares deste bairro, extraídas dos periódicos do município de Canoas  no período entre o final da década de 1970 até o ano de 2010. O texto apresenta a configuração do Bairro Guajuviras, localizado no município de Canoas, nos múltiplos processos de ocupação urbana e na constituição de vilas irregulares. Evidencia-se o espaço urbano em múltiplos conflitos e disputas entre atores e agentes  na produção material e de representações do espaço, entre eles o Município, o Estado e as populações ocupantes. Espaços precários, de intensa pobreza, entraves à industrialização, impactos ambientais, legitimidade da propriedade privada são alguns dos elementos associados às representações das ocupações e do bairro.


Texto completo:

PDF

Referências


AZEVEDO, Paulo Roberto. Passageiros da ilegalidade: a história de uma luta pela moradia. Cascavel: Edunioeste. 2002. Disponível em: < http://www.unioeste.br/editora/pdf/paulo_azevedo_passageiros_thesis_protegido.pdf>. Acesso em: março/2014.

CARRION, Otilia Beatriz K. Mercado imobiliário e padrão periférico de moradia: Porto Alegre e sua Região Metropolitana. Ensaios FEE, Porto Alegre, 10 (2), 1989, p. 225-250.

CERTEAU, Michel de. A invenção do cotidiano:1 artes de fazer. 16 ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2009.

DI MÉO, G.; BULÉON, P. L’espace social. Lecture géographique des sociétés. Paris: Armand Colin, 2007.

LEFEBVRE, Henri. O direito à cidade. São Paulo: Centauro, 2001.

_____. La producion de l’espace. 4. ed. Paris: Anthropos, 2000.

METROPLAN. Inventário das vilas irregulares na região metropolitana de Porto Alegre. Porto Alegre, 1982.

_____. II Inventário das vilas irregulares na região Metropolitana de Porto Alegre. Porto Alegre, 1992.

MOSCOVICI. Serge. Representações sociais: investigações em psicologia social. Petrópolis, RJ: Vozes, 2003.

PANIZZI, Wrana Maria. Da legalidade para a ilegalidade: a formação de microterritórios urbanos. In.: BARCELLOS, Tanya; GELPI, Adriana. (et al). O Rio Grande do Sul urbano. Porto Alegre: FEE, 1990, p.190-213.

PENNA, Rejane; COBERLLINI, Darnis; GAYESKI, Miguel. Canoas para lembrar quem somos: Guajuviras história de uma luta. Prefeitura Municipal de Canoas. Nº . Canoas: La Salle, 1998.

SILVA, João Palma da. Pequena história de Canoas. Canoas, 1978.

_____. As origens de Canoas: Conquista – povoamento – evolução. 2 ed. Canoas: La Salle, 1666.

VIEGAS, Danielle Heberle. Entre o(s) passado(s) e o(s) futuro(s) da cidade: um estudo sobre a urbanização de Canoas/RS (1929 – 1959). Dissertação de Mestrado em História. Faculdade de História, PUCRS. Porto Alegre, 2011.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais



| Boletim Geográfico do Rio Grande do Sul | ISSN 2446-7251 |